Intolerância desenfreada na internet…

Índice

Por Liberdade Política

Atualmente a internet é um lugar onde as pessoas se expressam na forma de uma terra sem leis. Vociferam contra tudo e contra todos têm um pensamento divergente de seu pseudoconhecimento para tentar ganhar no grito uma discussão, mas a verdade é que tentam esconder sua ignorância e sua falta de argumento perante os fatos descritos. A disseminação de ódio, principalmente envolvendo a Política brasileira, chega a ser repugnante para quem tem o mínimo de discernimento procurando várias fontes de informação e conhecimento, na busca de uma discussão saudável e melhoria do País.

Muito das vezes se utilizam de vocabulário chulo e xingamentos pessoais como se fosse um ringue do quanto pior, melhor. Mas se esquecem que podem ser enquadrados no crime de calúnia, injúria e/ou difamação. Mas o sentimento que impera hoje no Brasil é da impunidade, não vemos um mísero caso sendo punido exemplarmente, nem mais nem menos, somente o que está na Lei. São tantos casos de impunidade hoje em dia que punir o opressor chega a ser exceção, é ruim do ponto de vista jurídico e social, tanto para quem investiga, quanto para quem julga.

Até na Polícia vemos caso de impunidade diariamente, uma corporação íntegra não deveria se rebaixar, dando exemplo de atitudes ilícitas de seus membros. Um caso pouco divulgado na mídia é de Delegados da Polícia Federal que mandaram colocar uma escuta ilegal na cela de Alberto Youssef, preso na Operação Lava Jato, e outra na área de fumantes da Sede da PF. Não ocorreu os trâmites legais na instalação da escuta ambiental e ninguém da PF se pronunciou sobre o caso, foi aberto uma sindicância e com o resultado em mãos, o Juiz Sérgio Moro rejeitou o pedido de Youssef, que buscava medidas judiciais contra os Delegados que participaram do diretamente do ocorrido.

A Mídia ocupa hoje um papel de destaque na manipulação das informações disponibilizadas para a população geralmente alienada politicamente, sempre na defesa de seus interesses sem que o telespectador ou leitor perceba, para cada vez mais aumentar seu poder perante a sociedade. Estamos longe de conseguir uma pluralidade e imparcialidade de informação, enquanto não houver uma regulação no setor, tirando o monopólio de poucas famílias que detém o poder dos maiores meios de comunicação no Brasil (Marinhos, Civitas e Frias), a população ficará a mercê, tendo que conviver somente com um lado da informação.

Abraços!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s